quarta-feira, 10 de maio de 2017

Paternidade de Deus - A nossa origem.

Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos?
Essa tem sido a pergunta central da humanidade...

Há aproximadamente um ano tenho sido ministrada pelo Senhor por uma palajvra que nunca vi da forma que estou vendo hoje.
Sei que ainda tenho muita coisa para aprender, mas as coisas que o Senhor me revelou quero compartilhar aqui com vocês:
Em Lc 15:11-32 Jesus conta a história de uma parábola que acredito que todos conheçam.
Um filho que decide receber parte de sua herança, sai de sua casa, vive de forma irresponsável, passa fome pois gastou tudo o que tinha, cai em si, retorna a casa de seu pai pra viver nem que seja como escravo, recebe o perdão do seu pai, recebe uma roupa nova, um anel e sandálias...
Junto com essa passagem quero compartilhar Sl 139:16
Eu vejo a parábola do filho Pródigo não só como a historia de uma pessoa que se desviou e retornou a casa do Pai, mas vejo também a história da humanidade.
Em Sl 139:16 diz que: "os olhos de Deus me viram ainda sem forma, e no Seu livro escreveu todos os meus dias antes de qualquer um deles existir."
Tudo começa na paternidade. Quem fornece a Semente, o pai ou a mãe? O pai.
Antes da fundação do mundo, lá na eternidade fomos criados. Eu não consigo imaginar Deus criando o homem de qualquer jeito, como se criam coisas em uma fábrica, eu ainda não sei exatamente como mas eu tenho a certeza que a minha e a sua criação foi exclusiva. Eu vejo o meu Pai separando um momento só pra nos criar, individualmente, cada detalhe, a nossa personalidade, nossos talentos, os nossos gostos, nosso corpo de modo geral, tudo criado por ele, e para ele. Uma história foi escrita pra cada um de nós pessoal e individualmente. Antes de nós nascermos essa história foi escrita.
E no tempo certo nós viemos, na família certa, na cidade certa... Mas nós perdemos tudo!
O pecado nos separou do meu Pai.
Jesus Morreu na cruz para nos salvar e nos religar ao Pai.
A boa notícia é que nós podemos ser religados ao Pai!
Mas como? Pela fé.
Mas o que acontece? O Espírito Santo vem e habita em nos, e ele juntamente com o nosso espirito testifica que somos filhos de Deus. Rm 8:16
Lá em Lucas 15:22. Quando o filho retorna ao Pai, o Pai restaura 3 coisas: Roupa, Anel e sandálias.
O que mais me chamou  a atenção foi o anel. Ele era símbolo de distinção, ele definia quem era a pessoa que o usava, ele era símbolo de autoridade, eu vejo que o anel que o Pai deu foi sinal de uma identidade restaurada. Identidade essa que foi escrita antes da fundação do mundo, identidade de filho!
Mas não basta só se tornar filho, é preciso mudar a mentalidade de escravo.
O escravo é aquele que não é filho. Quando vivíamos no pecado, éramos escravos.
Mas ao aceitar a Jesus e sermos religados ao Pai nos tornamos filhos.
Porém ainda existem filhos que se enxergam como escravos, filhos que ainda não tem certeza de quem são.
Os filhos que se veem como escravos, fazem as coisas para serem notados, precisam sempre provar para os outros quem eles são, vivem achando que se eles não forem “promovidos” com títulos e rótulos ele não irão agradar o Pai.
Em Mt 3 Quando fala do batismo de Jesus, diz que do céu se ouviu uma voz que dizia: Este é o meu filho amado em quem me comprazo!
O Pai se alegrava em Jesus! Jesus havia curado alguém? Ele havia expulsado algum demônio? Ele havia morrido na cruz? Ele nem se quer havia começado seu ministério, mas o Pai o amava.
No Reino de nosso Pai, não fazemos as coisas pra sermos amados por Deus, mas por que ele nos amou primeiro.
Em Mt 4 diz que Jesus havia ido ao deserto jejuar e ele sentiu fome, o diabo foi ate ele e disse: Se tu és filho de Deus, transforma essas pedras em pães.
Jesus foi tentado na sua identidade. Mas ele sabia quem ele era, ele era filho e não precisava provar nada pois ele sabia quem ele era. Isso fez toda a diferença em seu ministério, isso fez ele viver realmente o que o Pai tinha pra ele!
Mas trazendo pra nós, somos filhos, mas ainda nos temos visto como escravos?
O pai que Restaurar a nossa identidade, quer que vivamos pra cumprir a história que ele escreveu pra nós.
Um dia Jesus voltara é irá buscar quem? Músicos? Cantores? Líderes? Não, ele virá buscar os filhos!
Que a nossa identidade seja cada dia confirmada em nosso ser, e que Possamos nos ver realmente como somos: Filhos de Deus! Filhos de um Pai de amor que escreveu uma linda história pra nós antes da fundação do mundo! Que possamos viver essa história tendo a certeza de que uma coisa apenas importa: somos filhos e somos amados!                      




0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.