terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Silêncio

Quando o silêncio de Deus é tudo que temos chegamos a pensar que fomos esquecidos. Principalmente em momentos de luta, de sofrimento, de perda. Têm coisas que nos tiram o chão e parece que a dor dentro do peito é maior do que pensávamos conseguir suportar. São tantas desilusões. Tanto tempo se passou e tudo continua igual. O luto que nunca acaba. A ferida que nunca cicatriza. Mais um ano e nada de ser aprovado no vestibular. Nada de conseguir ser feliz. 

O mundo quer nos fazer acreditar que o que Deus tem para nós é irreal, que Ele nos esqueceu, nos abandou. Mas é mentira. Tudo há um propósito. A bíblia nos conta a história de Ester, que ficou órfã e foi criada por seu tio. Quando jovem foi "sequestrada", já que o rei que governava seu povo precisava de uma nova esposa e dentre inúmeras moças uma seria escolhida. Ester foi sábia e obediente ao Senhor e encantou o coração do rei. Se tornou rainha e intercedeu junto a seu marido por seu povo juramentado de morte. 

Ester poderia ter se frustrado, revoltado. Perdeu seus pais, foi arrancada à força de sua família. Mas ela escolheu ser feliz. Optou por dexar que Deus conduzisse sua vida. Salvou os judeus de um fim certo e permitiu que os propósitos do Senhor se cumprissem em sua vida. Quando pensamos que estamos sozinhos e abandonados é quando Ele mais está juntinho de nós. São nestes momentos de solidão, de choro, que o Pai nos carrega no colo. Por mais que pareça não ter consolo, tem. O Espírito Santo pode tirar a dor do peito e curar suas feridas da alma, basta você acreditar e deixar que Ele preencha os vazios deixados pelas coisas que não explicamos nem entendemos. 









0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.