quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

IRAI-VOS, E NÃO PEQUEIS!




Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira

Efésios 4:26



Irá: Raiva; sentimento intenso e permanente de ódio, mágoa e rancor, normalmente contra uma ou algumas pessoas, é gerado por uma ofensa, dando origem a uma situação agressiva. A manifestação desse sentimento ou o que é causado por ele.



Olá caros leitores! 
Deixar de lado a irá é um exercício diário na vida de todos nós, irar-se não é pecado mas o principal problema é prolongar a irá transformando-a em ressentimento e amargura, a palavra nos diz irai-vos, e NÃO PEQUEIS, ou seja, esse deve ser um estado passageiro que não deve nos impulsionar a tomar atitudes movidas a esse sentimento. Não é proibido sentir irá, mas a forma como lidamos com esse sentimento em nosso coração isso é muito importante.

E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade. Efésios 4:24

Quando Deus nos pede para nos revestirmos do novo homem é para assumirmos a identidade de Cristo, ele se fez carne viveu neste mundo e sentiu todos os sentimentos a que somos expostos todos os dias, na Bíblia a diversos indícios de que Ele experimentou todos esse sentimentos, mas a forma como ele se comportava perante a todas as situações é a maneira como nós devemos nos comportar em nosso dia-a-dia mostrando Cristo em nossas vidas.

Cristo tinha limitações físicas: 


  • Sentia fome (Mt 4:2; Mc 11:12).
  • Sentia sede (Jo 19:28)
  • Ficava cansado (Jo 4:6)
  • Sofria a dor (Jo 18:22; 19: 2,3)

E sentiu as mesma coisa que sentimos todos os dias:

  • Sentia emoções (Mt 9:36; 14:14; 15:32; 20:34)
  • Sentia tristeza e angústia (Mt 26:37)
  • Sentia alegria (Jo 15:11; 17:13; Hb12:2)
  • Sentia indignação (Mc 3:5; 10:14)
  • Sentia ira (Mt 21: 12,13)
  • Se surpreende (Lc 7:9; Mc 6:6)
  • Se sente atormentado (Mc 14:33)
  • Se comove e chora (Jo 11:33,35,38)


Nós não devemos nos deixar dominar por nossos sentimentos, Cristo cumpriu sua missão na terra mesmo passando por um conflito dentro de si. Os sentimentos humanos são enganosos e querem dominar nossa vida, e é a principal arma que o inimigo utiliza para nos afastar de Deus e nos tirar do foco.

Deixar de lado a irá nos faz vencer o pecado, nós temos que ser rápidos em perdoar, assim como Deus nos perdoou e entregou seu único filho para nos salvar. Diante desse argumento quem somos nós para prolongarmos esse sentimento que só nos trará dor e sofrimento?

"Aquele que quiser se irar e não pecar, não deve ficar irado com outra coisa a não ser o pecado". Pastor William Secker. 

Essa é a chave não irar-se contra o objeto de sua irá mas contra o pecado que te leva para longe de Deus e de uma vida plena. 

O perdão deve fazer parte de nosso dia-a-dia, quando demoramos para liberar perdão estamos nos colocando acima de Deus como juízes, deixando de amar e nos distanciamos de um relacionamento com Deus. Até que ponto vale a pena?


Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.
Efésios 4:32

Quando deixamos a ira passar o que vem como consequência e sinal de que não nos encontramos mais irados é o perdão, se você não sente que houve perdão ligue seu alerta, pois a irá não foi passageira se tornou ressentimento.

Se você sofre porque foi ferido no passado e deixou a irá tomar conta do seu coração, aconselho que você libere o perdão e siga em frente, Deus quer te mostrar as maravilhas que ele tem para sua vida e te usar como instrumento. Se tem dificuldades procure alguém que possa lhe ajudar e orem juntos para que Deus venha te ajudar a se libertar desse sentimento que tem lhe aprisionado e Seja Feliz!

Desejo a todos um excelente final de semana que Deus os abençoe e até a próxima postagem =D

Aline de Almeida Santos



0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.