quarta-feira, 15 de julho de 2015

[E a Moral da História? #92] QUEM VAI PAGAR O PATO?

Bom dia pessoal, como vocês estão? Espero que bem J
Vamos para mais uma moral da historia:

Johnny era um menino pequeno que gostava muito de passar as férias com seus avós, pois eles moravam em sua fazenda.
Seu avô lhe deu um estilingue e o mandou praticar no mato. Ele atirou várias vezes contra troncos, arbustos, flores, mas não conseguia acertar nada que mirava.
Voltando para o jantar, entediado, ao chegar perto da casa, viu o pato de estimação da vovó e, num impulso infantil, lançou uma pedra certeira na cabeça do pato pato de estimação da vovó. Ele ficou chocado, triste e num pânico tão grande que escondeu o pato morto debaixo de uma pilha de madeira. 
Sally, sua irmã, viu tudo, mas não disse nada. Porém, após o almoço do dia seguinte, a avó disse: “Sally, vamos lavar a louça”, mas Sally disse: ” Vovó, Johnny me disse que queria ajudar na cozinha”.
Quando Johnny ameaçou protestar, sua irmã sussurrou em seu ouvido: “Eu vi você matar o pato da vovó”. Johnny se conteve e lavou os pratos.
Mais tarde naquele dia, o vovô perguntou se as crianças queriam ir pescar, mas a vovó disse: “Os outros podem ir, mas eu preciso de Sally para me ajudar a fazer o jantar”.
Sally apenas sorriu e disse, “está tudo certo, vovó, o Johnny me disse que prefere ficar aqui e te ajudar”. Então Sally foi pescar e Johnny ficou na casa.
E isso passou a se repetir todas as vezes que Sally era chamada para alguma tarefa.
Após vários dias, Johnny finalmente não aguentava mais aquela situação. Foi até a sua avó e confessou que tinha matado o pato. A avó assentou-se numa cadeira, puxou-o para perto de si, deu-lhe um abraço e disse:
“Querido, eu sei, eu estava na janela e vi a coisa toda, mas porque eu te amo, eu te perdoei. Eu só estava me perguntando quanto tempo você iria deixar Sally tornar você um escravo deste seu erro”.

Minha pergunta é simples, ate quando você será refém das suas escolhas erradas?
Quem nunca errou ou pecou que lance a primeira pedra, o que precisamos entender é que mesmo
com nossas escolhas às vezes erradas o Pai nos ama e nos perdoa, Ele não quer que vivamos aprisionados a algo ruim do passado, Ele nos libertou para que fossemos livres e não escravos de nossas escolhas.
Se você cometeu algo que desagradou ou possa desagradar alguém confesse esse erro e seja livre, não fique aprisionado a uma escolha errada, saiba que Deus lhe ama e lhe quer bem. Você não precisa viver aprisionado, liberte-se hoje de tudo que lhe impede de caminhar, chega de ser refém. O medo não pode lhe impedir de continuar.
La em Galatas 5.1 fala que Cristo nos libertou para que fossemos livres e ficássemos firmes Nele e não voltássemos a viver em escravidão. Nossas escolhas erradas nos tornam escravos, MAS  não precisamos virar reféns dessas escolhas, se confessarmos nossos erros Ele nos perdoa e nos liberta. Portanto deixe de ser escravo, torne-se livre.

Deus abençoe seu dia!


0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.