sábado, 11 de abril de 2015

Vai ao mar e lança o anzol

Olá Pessoal, Tudo bem! segue um post para nossa reflexão, o de hoje é algo especial, que Deus me levou a meditar certa vez enquanto eu ia para a aula, espero que possa te edificar. =)



E, chegando eles a Cafarnaum, aproximaram-se de Pedro os que cobravam as dracmas, e disseram: O vosso mestre não paga as dracmas? Disse ele: Sim. E, entrando em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Que te parece, Simão? De quem cobram os reis da terra os tributos, ou o censo? Dos seus filhos, ou dos alheios? Disse-lhe Pedro: Dos alheios. Disse-lhe Jesus: Logo, estão livres os filhos.
Mas, para que os não escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter; toma-o, e dá-o por mim e por ti.
Mateus 17:24-27


Certa vez na andando na rua, conversa mentalmente com Deus, lhe fiz a seguinte pergunta: Por que algumas coisas e certos problemas são tão difíceis para mim resolver? Nesse exato momento lembrei da passagem no livro de Mateus, citada acima, no qual foi cabrado de Jesus os tributos, e Ele falou para Pedro que fosse pescar e tirasse a moeda da boca do peixe. Ainda assim minha pergunta permanecia, por que foi tão fácil para Jesus e para Pedro conseguir superar aquela dificuldade e algumas situações são tão difíceis para nós hoje em dia? E posso dizer que a resposta de recebi foi como raio sobre minha cabeça, me senti paralisado, porém muito Feliz com a resposta, pois me fez refletir.

E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.
Mateus 3:17

A resposta de Deus para meu questionamento foi que Jesus sabia quem Ele era em Deus, ele tinha plena consciência de que era Filho de Deus, e de que aquilo que estava fazendo fazia parte do plano de Deus para a sua vida. Partindo dessa primícia, quero tratar 3 pontos com vocês.

1º CONSCIÊNCIA DE QUEM EU SOU: Em todo tempo de Jesus na terra, ele tinha plena consciência de quem Ele É, ele sabia quem era o seu Pai, em nenhum momento Jesus duvida, mas bem pelo contrario suas atitudes revelavam cada vez mais sobre a sua natureza divina, e mesmo sendo 100% homem. O primeiro passo ao passarmos por situações de dificuldade é sabermos que nós somos em Cristo Jesus, pois assim como filho pródigo ao estar em um momento de dificuldade lembrou de quem ele era filho, nós temos que nós posicionar diante das diversas situações que acontecem em nossas vidas como Servos e Filho de um Deus vivo. Sendo a primeira pergunta a ser feita, você tem consciência de quem você é?

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
João 3:16

2º FAZIA PARTE DA MISSÃO: Tudo o que Jesus fez durante a sua vida e durante o seu ministério, tinha relação com o cumprimento de sua missão na terra, por isso os “problemas” dele era somente relacionados ao comprimento de seu chamado, Ele pagou o imposto, pois não queria que houvesse escanda-lo, e assim ele pudesse continuar a sua maravilhosa missão aqui na terra. Normalmente passamos por diversas dificuldades na vida, mas dentre essas tantas, quais realmente são fruto de nós vivermos o nosso chamado aqui na terra? Jesus pode nós ajudar em tudo, mas precisamos refletir se as dificuldades que passamos tem relação direta ou indireta com meu Chamado ou foram criadas por nós mesmo baseado em algo sem propósito?

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
Marcos 16:15

3º É PRECISO TRABALHAR: No texto que vimos, o problema que tinha ocorrido era um problema financeiro, no qual Jesus usou Pedro, um pescador, para que fosse pescar a sua solução na boca de peixe. Algumas soluções só acontecerão em nossas vidas quando nós formos percar, ou seja, trabalhar, Deus quer fazer que o sobrenatural acontece em nossas vidas, até nas pequenas atividades, porém vai depender de nós ouvirmos a voz de Deus e agirmos conforme a sua ordem. Jesus mandou pedro pegar um peixe, fazer aquelo que ele já era rápido e competente em fazer, e Pedro obedeceu, ele não encontraria a moeda na boca de outro animal. Nós queremos muitas vezes que o milagre já venha pronto e a solução mastigada, mas em algumas vezes teremos que pescar o peixe antes de tirar a moeda da sua boca, o sentido da Oração (ORAR + AÇÃO). Chegamos na nossa terceira pergunta retorica, você tem trabalhado, e estado em obediência?


Quanto mais olharmos para Jesus, mais poderemos aprender, as soluções para muitas situações do nosso dia-a-dia está no fato de sabermos quem nós realmente somos em Cristo Jesus, ver qual é o proposito de nossas e vidas e trabalhar, ter atitudes, que sejam debaixo da obediência. 

Wellington Dias de Paula
God Bless U








0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.