quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Depressa! Sem se depreciar


Queremos. Queremos tudo. Queremos já. Queremos para ontem. Queremos para amanhã apenas um novo querer para suprir o que o ontem e o hoje não trouxeram. Isso é o ser humano. Isso sou eu. Isso é você.

O ser humano é dotado de racionalidade e como tal, deveria dominar os seus impulsos, filtrar suas vontades. Não há nada de errado em desejar as coisas, mas há um grande problema quando esse desejo te consome. Quando os sonhos são tudo o que você tem, eles te consomem, pois você se privará de viver, de aprender, de desfrutar de coisas eternas, de confiar nas pessoas, em função da busca pela realização dos desejos. E se nessa série de esforços egoístas você vir a conseguir realizá-los, pode ser que você perceba o quanto eles não são tão incríveis como você os imaginava, ou talvez perceba que não há ninguém ao seu lado com quem compartilhar essa alegria.

Além dessa super expectativa, outro problema bem comum dessa ansiedade pela realização é a impaciência pelas etapas, e naturalmente a vontade de pular algumas. Reparem nos adolescentes com seus 18 anos (ou até menos) entristecidos por ainda não namorar, pensando que ficarão para "titios". Reparem na quantidade de garotas engravidando cada vez mais cedo, nos jovens se casando as pressas por causa da fornicação, outros depressivos aos 25 anos por não terem expectativa profissional alguma, pessoas que já desistiram do seu ministério por ainda não vê-lo crescer ou não dar resultados.

Jesus também viveu aqui nessa terra, se tornou humano, foi exposto às mesmas tentações que você e eu, mas ele não se preocupou em acelerar sua missão. Mesmo sendo o próprio Deus encarnado, podendo todas coisas no momento em que achasse adequado, Jesus esperou por 30 anos até que estivesse pronto para iniciar sua obra. E mesmo após ser batizado, foi conduzido ao deserto para mais uma parte de sua preparação.

E você aí, querendo tudo para ontem?

"Ponha a sua vida nas mãos do Senhor, confie nele, e ele o ajudará." [Salmos 37:5 NTLH]

"Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião." [Eclesiastes 3:1 NTLH]


2 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

Muito bom Fábio! Nossa geração tem esquecido que entre a promessa da terra prometida e a saída do Egito, existe um lugar chamado deserto que é importante para tirar o Egito de dentro de nós. Aprender a esperar é algo fundamental para a geração fast food que deseja tudo para o agora...
Parabéns mano!

Fábio Cardoso disse...

Exatamente, Edu! Esperar em Deus não mata, melhora! Valeu pelo rico comentário!

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.