sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Papo 100 Censura #11 - Sobre a Política e a juventude

Bom dia a todos! Espero que esta sexta-feira seja a melhor sexta de sua vida!

Gostaria de dar uma pausa em nosso bate papo sobre sexo, para falar um pouco a respeito do assunto que está em todos os meios de comunicação: a morte do candidato a presidência Eduardo Campos e com a notícia, alguns absurdos que ouvimos e vemos nas redes sociais, mostrando que, em muitas vezes os jovens em idade e em espírito, são instrumentos para qualquer lado da disputa.

Em primeiro lugar, a tragédia que se abateu sobre o candidato se abateu também sobre sua equipe, pois morreram mais seis pessoas com ele, mais seis famílias estão destruídas sobre as quais devemos pedir pelo conforto divino neste momento de dificuldade.

Todos os políticos entrevistados foram unânimes ao dizer que Eduardo era uma liderança jovem em um país que carece de lideranças políticas. Em nosso país existe uma tradição um tanto quanto burra no que diz respeito a idade de um presidente. Com 49 anos (idade de Campos) é muito jovem, com 60 e poucos (idade de José Serra em sua ultima campanha) se é muito velho. Esta tradição tem origens desde o tempo do império, onde Dom Pedro II, com 15 anos de idade era retratado nas pinturas com longas barbas para dar o ar de sabedoria, porque seu pai, Dom Pedro I, tinha um ar jovial e foi associado à libertinagem e a falta de compromisso e responsabilidade com o Brasil. Porque é preciso ter uma idade avançada para fazer algo por nosso país? E para sair do contexto da eleição nacional para as estaduais: onde estão os novos líderes? Os candidatos são sempre os mesmos, e sabem porque? Porque nós, os jovens nos desinteressamos da política em nosso país... 

Qual é o seu papel no jogo político em todas as esferas? Compartilhar posts onde o PT ainda é associado ao comunismo do período pós guerra, através de uma campanha difamatória da direita associada aqueles que mantiveram a ditadura militar em nosso país? Tomar um dos lados da disputa sem ao menos conhecer a história de cada partido,  saber como os candidatos chegaram até aqui? A Bíblia diz que somos destruídos por falta de conhecimento, e ao olharmos nas redes sociais, infelizmente vemos esta falta de conhecimento na área política em toda a parte. E você Eduardo, qual a sua opinião?

Eu não quero ficar em cima do muro, então o que penso é o seguinte: Direita Azul, Esquerda Vermelha está mais para uma questão de gosto pela cor, porque em termos de projeto político, todos eles são centro... O discurso muda quando chegam ao poder para manter as alianças e a governabilidade quando temos um sistema de governo baseado nas bancadas do Legislativo. Ainda aguardo por uma terceira via, que me represente, não porque sou protestante, católico, espírita, porque os representantes governam para a sociedade, e não para determinados grupos o que seria algo muito ruim, tendo em vista o que estão fazendo no Iraque, onde as minorias religiosas estão sendo exterminadas, neste exato momento. Um governo que governa pensando em um grupo não consegue beneficiar toda a sociedade. Penso muito mais em princípios... um homem ou uma mulher que viva um vida integra pautada por princípios, pode auxiliar todas as faixas da sociedade... como vamos conhecer quem são estas pessoas? Conhecendo seu passado e suas propostas, se envolvendo na política em sua região!

Que os eventos de junho de 2013 não fiquem apenas marcados como notas de rodapé em livros de história no futuro, mas que mostrem e nos lembrem de quem realmente tem o poder na sociedade! A ignorância não pode continuar sendo uma maldição para uma juventude conectada como nossa geração! Use o google não apenas para procurar banner sobre "zuera" pesquise os candidatos, tenha opinião própria! Não deixe que outros pensem por você, questione, pergunte, se informe!

Este pastor e o país todo agradecem a você!

Pastor Eduardo Medeiros

0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.