domingo, 22 de junho de 2014

Regra

Não se trata de privações; o andar com Deus não exige auto-punição. 
Quando a entrega é consciente, a liberdade provada transcende o ideal esboçado pelo sabor de experiências vazias desconectadas dos propósitos do criador. Obediência é um ato de liberdade, resistir aos apetites carnais pelo prazer de servi-lo, nunca será um peso. Renunciar o que me afasta pelo prazer da proximidade, essa é a regra...
Quem crê diz amém...

0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.