sexta-feira, 25 de abril de 2014

Papo 100 Censura #5 - Test Drive Sexual



Kalimera! (Iniciamos hoje uma série de "bons dias" em outras línguas, você sabe que língua usamos hoje?)

     Toda a vez que busco a inspiração para escrever esta coluna, olho para o título: Papo 100 Censura, e vejo que pelo seu objetivo, não posso "enrolar" os leitores. Aqueles que nos honram com alguns minutos de seu tempo para lerem nossos posts, querem que o papo aqui seja mesmo sem censura então precisamos ir um pouco além do convencional, e chegar realmente no ponto. Vejo muitos cristãos sinceros pedindo ajuda e a resposta simplista de que é pecado apenas não os satisfaz. 
     Neste sentido, gostaria de tratar um assunto que ainda hoje é um tabu em nossa sociedade dentro do cristianismo: o sexo antes do casamento. Com a revolução sexual da década de setenta do século passado, a chamada moral e bons costumes foram sistematicamente confrontados por uma juventude que queria romper com os limites impostos pelas gerações anteriores. A área sexual era algo muito privativo e restrito até então. Com esta abertura e com a gradativa descoberta pela mídia de um nicho de mercado poderoso, o sexo foi sendo desmistificado em nossa sociedade, e o que antes ficava restrito a quatro paredes de um quarto, agora basta passar alguns minutos em frente a TV ou computador para se ter acesso a conteúdos de cunho sexual.
       Da mesma forma como os sacerdotes do Tabernáculo estavam descalços para que não esquecessem que, embora trabalhassem a serviço do Deus Todo Poderoso, em contato constante com a Glória de Deus ainda estavam neste mundo, os cristãos vivem neste mundo, nesta sociedade, mesmo não fazendo parte dele. Vemos apologia a sexo casual o tempo todo na TV, em programas juvenis, na Internet, em livros e em seriados. A grande questão é : como pode o cristão andar segundo a Palavra quando tudo diz o contrário? Acredito que a resposta para esta pergunta é conhecer o que a Bíblia no diz a respeito do assunto e os efeitos de aproveitar prazeres momentâneos que cobrarão seu alto preço na esquina do tempo.

       O texto chave proclamado desde os primórdios da humanidade e que foi repetido várias vezes tanto no antigo como no novo testamento é o seguinte:

Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne. Gênesis 2:24

 Repetido por Paulo:
"Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne". Efésios 5:31

e pelo próprio Cristo:
Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe". Mateus 19:6

     O que significa ser uma só carne com alguém?O casamento gera este conceito de uma só carne entre o casal. O melhor conceito em nossa língua seria fusão que no sentido figurado significa: Junção proveniente da ligação ou combinação entre dois sujeitos, objetos, etc.Ser uma só carne com alguém, é você e a outra pessoa simplesmente deixarem de existir para que um novo ser seja gerado através de suas vidas contendo elementos dos dois seres iniciais. A partir do casamento, vocês estarão aptos a irem muito mais longe na vida do que iriam sozinhos. Aí voltamos para o início de nosso texto sobre o cristão e a sociedade. Para a sociedade, é algo muito comum e normal que o jovem tenha uma vida sexual ativa desde muito cedo. (Os resultados desta "liberdade" podem ser vistas e muitas escolas onde adolescentes estão grávidas com 14,13,12 anos de idade...) Com isso é normal considerar o sexo durante o namoro como uma espécie de "test drive" para que quando chegar na hora do casamento, tanto o noivo quanto a noiva estejam "preparados" para uma vida sexual satisfatória.

      O grande problema deste pensamento é que o princípio de uma só carne vale para qualquer relacionamento onde existe o envolvimento sexual. Embora dentro da proteção do casamento, a união de uma-só-carne gere sinergia e uma força sobrenatural que fortalece os vínculos entre o casal, fora do matrimônio, acontece exatamente o oposto de seu propósito de "colar" o casal um no outro emocionalmente. Desta maneira, o "test drive" do sexo casual ou durante o namoro, gera "fusões" entre os pares que são rompidas quando o relacionamento acaba. Um bom exemplo para o que acontece no emocional do casal é como se colássemos duas folhas de papel sulfite uma na outra e depois de um determinado tempo resolvêssemos separá-las. O resultado será pedaços das duas folhas para cada um dos lados. O acumulado de uniões e separações resulta em algo que já não é mais a pessoa. O coração já foi tão ferido, tão machucado pelas circunstâncias que não consegue amar verdadeiramente a pessoa que Deus colocar em seu caminho. 
            O segundo problema está na comparação durante o sexo. Quanto mais experiências a pessoa tiver, mais fará comparações de desempenho e poderá assim ter um casamento frustrado nesta área por ter conhecido outras pessoas que tinham um comportamento diferente... Lembrando que o sexo dentro do casamento não é desempenho, mas intimidade, entrega, cumplicidade e reciprocidade. Vamos tirar um pouco o mundo e suas regras de nossas vidas e buscar na Palavra a maneira mais sábia de viver... Quando pensar em fazer um test drive destes, reflita nestas questões:
1) Esta pessoa seria meu companheiro ou companheira para o resto da minha vida? Mateus 19:6
2) Amo esta pessoa a ponto de dar minha vida por ela?
3) Não teria nenhum problema em apresentar esta pessoa para meus pais?
4) Consigo vislumbrar um futuro maravilhoso ao lado desta pessoa?

Se você disser, ah Eduardo, mas ainda é muito cedo para pensar nestas coisas, o que nós queremos é nos divertir! Sinto muito mas você entrou em mais um namoro sem sentido que mais cedo ou mais tarde o levará ao sofrimento. 

Se ao contrário, você disser, bem Eduardo, nós vamos nos casar um dia e por isso não tem problema termos um relacionamento sexual ativo, não é mesmo? Vocês estão aniquilando a beleza e a ternura da expectativa que é gerada pelo grande dia. Já terão usufruído do prêmio antes do final da corrida. Quando subirem ao pódio, o que restará? Qual será a graça? Quais as descobertas a serem feitas? Digo a você: NENHUMA... Isto que nem estamos considerando o pecado da fornicação em que vocês estarão se metendo ao ignorarem esta ordenança.

Muitos pensarão: mas que maneira retrógrada e mais careta de encarar a questão! Todo mundo faz! Ninguém morre por praticar sexo com o namorado ou namorada... e ainda mais se queremos ficar juntos! As intenções podem ser as melhores, mas de boas intenções, como diz o velho ditado: o inferno está cheio!
Pergunte aos milhares e milhares de jovens com o coração destruído por confiarem em alguém que não foi digno desta confiança, que ao entregarem seu bem mais precioso foram traídos por lobos e lobas em pele de cordeiro e hoje não conseguem mais confiar em pessoas que poderiam mudar esta situação... a premissa bíblica do apóstolo Paulo é muito forte para não sermos exigentes quanto à escolha da pessoa que passará o resto de nossa vida ao nosso lado:

A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido. Da mesma forma, o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher. 1 Coríntios 7:4

A palavra para ficar martelando em sua cabeça hoje é : PRUDÊNCIA. Escolha esperar... ir na contramão do mundo o colocará na vanguarda do Reino em todas as situações, inclusive em sua vida amorosa... O Tempo julgará nossas atitudes... as suas serão aprovadas?
  
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine.

1 Coríntios 6:12
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine.

1 Coríntios 6:12
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine.

1 Coríntios 6:12
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine.

1 Coríntios 6:12
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine.

1 Coríntios 6:12
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine.

1 Coríntios 6:12Tudo
Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém. Tudo me é permitido, mas não deixarei que nenhuma delas me domine. 1 Co 6:12a
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine.

1 Coríntios 6:12
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine.

1 Coríntios 6:12
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine.

1 Coríntios 6:12

Abraços e seja feliz!

Pastor Eduardo Medeiros
 












0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.