sexta-feira, 25 de abril de 2014

Hey, Jesus...Você ainda está na Cruz ou está se sentindo Melhor?

Se Você já estiver se sentindo melhor, você pode descer aqui e brincar comigo?
Hey, Jesus.. Quando eu aceno para Você, você acena de volta?
Hey, Jesus... Quando eu estou triste, você fica triste também?
Hey Jesus.. Se jogarmos esses livros você acha que eles vão voar?
Hey, Jesus.. Eu posso tocar a lua? Me jogue para o céu.


Essas foram as palavras do pequeno Samuel, filho do cantor Jason Upton. Era época de Páscoa, e ele queria dizer algumas coisas a Jesus. Jason pegou o papel e a caneta e escreveu tudo o que o pequeno Samuel dizia.
Eu me emocionei ao terminar de assistir o vídeo. Senti Deus ministrando em meu coração e me ensinando algumas coisas. Que pureza!!! Que sinceridade!!

Depois de ouvir o relato e meditar nisso, eu penso: “Uaaaau.. Que relacionamento!”
Sim.. é uma criança, ela diz coisas que fazem a gente suspirar - “ooowwnn, que gracinha!”, mas, o pequeno Samuel nos ensina algo precioso.

Sabe, queridos.. Temos tantos compromissos, responsabilidades, tantas coisas nos pressionando todos os dias, que muitas vezes, acabamos deixando de lado algumas coisas tão simples, mas ao mesmo tempo tão preciosas. O Samuel só queria saber como Jesus estava, como Ele se sentia.. O Samuel só queria a opinião de Jesus. Nada mais. Uaaaauu, gente! Isso é demais!
Fico tentando imaginar o coração do Senhor diante das perguntas do menino, consigo imaginar Ele sorrindo.
Aí eu olho para dentro de mim e tento trazer a memória algumas coisas.


  Quantas vezes, ao entardecer, cheguei em casa e disse: “Hey, Jesus.. vem aqui no quarto um pouquinho… Quero te contar em detalhes como foi o meu dia.”
Quantas vezes perguntei, como filha: “Hey, Jesus.. Se eu deitar em seu colo, você pode mexer nos meus cabelos?”
“Hey, Jesus… Quando eu jogo um beijo para Você, Você joga outro para mim?”
“Hey, Jesus… Você pode me ajudar com isso aqui? Não quero fazer sozinha.”
“Hey, Jesus… Já disse que O amo, hoje?”

Queridos.. Isso é relacionamento.

Relacionamento não é você dobrar seu joelhos, erguer suas mãos, olhar para cima e dizer: “Eterno Deus, Excelso e Soberano Senhor, eu me coloco em Sua Maravilhosa e Sublime Presença para te render graças. Oh Excelentíssimo Rei dos Reis, só Tu És Digno de toda honra, glória, louvor e adoração”. Nada contra, mas, muitas vezes, isso se torna repetitivo. Se torna automático… um “método” que as pessoas adotaram para iniciar a sua oração.
 O Senhor é Grande, sim… é Maravilhoso, só Ele é Digno, mas nós precisamos nos RELACIONAR com Ele. Ele é o nosso Pai. Oração nada mais é que uma conversa, um diálogo.. uma conversa com Deus. Então seja o mais simples e sincero possível assim como foi o pequeno Samuel. Precisamos ter um coração como de uma criança.

Se estiver com medo de algo, seja sincero.. “Heey, Jesus.. estou com medo! Fique ao meu lado.”
Vamos procurar conhecer melhor Aquele que tanto nos ama.
Chame Jesus para conversar, diga palavras de amor a Ele. Seja como uma criança na Presença do Pai. Ele vai amar o seu carinho. 

Ein, diga que Ele é Lindão, Xerosão, o amor da sua vida. Seja simples, mas verdadeiro.
Ele está aí ao seu lado. Que tal começar a praticar?



Hey, Jesus… Eu só quero ficar aqui.. aqui bem juntinho de Você! ♥


                                                      
                                                       Assista o vídeo 






2 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

Tive o prazer de participar do Livres em 2011 onde pudemos participar da ministração do Jason Upton e adquirir algumas ministrações dele. Com certeza é uma das inspirações sobre como utilizar eventos simples e corriqueiros do dia a dia com seus filhos para ensinar intimidade com Deus e falar sobre paternidade. Seu testemunho de ter sido abandonado quando recém-nascido traz autoridade para falar sobre a paternidade de Deus. Muito obrigado Fernanda pelo texto poderoso que introduzirão muitas pessoas a este exemplo para nossa geração!

Fábio Cardoso disse...

BÊNÇÃO!!!

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.