quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Parabolando #1 - O Flash

 Bom dia, boa tarde, boa noite! Estou muito feliz em fazer parte deste grupo de colunistas e espero que estes textos possam edificá-lo como todos os demais que você lê aqui em O Jovem e o Mundo. Não vou me apresentar para não tomar muito espaço, mas se quiser, você pode me encontrar no Quem Somos do blog!

Parábola, do hebraico mashal, foi o recurso didático utilizado pelos homens do Antigo Testamento e muito utilizado por Jesus para ensinar princípios Eternos e complexos de maneira que aqueles que O ouviam pudessem compreender. Este termo significa entre outras coisas, comparação. Jesus utilizava algo simples conhecido por todos como um grão de mostarda para ensinar sobre fé em Lucas 17:6, dinheiro para explicar sobre os dons em Mateus 25:14 e tantos outros exemplos, para ensinar princípios do Reino sobrenatural desconhecido pela humanidade. Partindo deste princípio, a algum tempo tenho pensado sobre como aplicar este recurso didático para nossa geração. Os textos desta coluna são o resultado destas reflexões onde utilizaremos personagens dos quadrinhos e de filmes para tratar de alguns princípios do Reino de Deus. Esperamos que gostem!

Parabolando #1 - O Flash

Jay Garrick, Barry Allen, Wally West e Bart Allen já assumiram o nome Flash em diferentes momentos no tempo e no espaço. Ao contrário de outros personagens onde o nome é associado a um único alter ego, o Flash engloba vários personagens que possuem a dom da super velocidade. Este poder dá ao flash a capacidade de viajar na velocidade da luz, seus reflexos sobre-humanos dão a ele uma visão de mundo onde todos são vistos em câmera lenta, e ele pode antecipar os movimentos de seus inimigos. Ele pode romper as barreiras do espaço, viajando para dimensões paralelas e do tempo, viajando ao passado através de sua velocidade.
                A lição principal em nossa parábola de hoje, está na descoberta do legado na vida do Flash. Barry Allen adotou o nome quando leu uma história sobre o primeiro Flash. Nossos passos na História deixarão marcas quer a gente queira ou não. Falando mais diretamente, independente de nossa vontade, somos e seremos lembrados como exemplos no presente e no futuro. A nossa única escolha na verdade, é se seremos exemplos dignos de serem seguidos ou exemplos de como as pessoas não devem ser. Cada passo no presente tem reflexos na Eternidade e precisamos estar cientes desta realidade para tomarmos nossas decisões no dia a dia. 
                 Você tem compartilhado aquilo que Deus tem falado a você com outros? Pessoas tem ouvido aquilo que você tem a dizer? Suas atitudes como cristão são dignas de serem seguidas por aqueles que são mais novos na caminhada cristã que você? E a pergunta de 1 milhão de dólares: com a vida que você leva hoje, o que as pessoas diriam no seu velório? Que você foi um homem ou uma mulher de Deus que trouxe o Reino para a terra, ou alguém que não fez diferença nos anos que o Senhor deu para viver na ante sala da Eternidade?
                   Todos os dias recebemos oportunidades de refletir sobre nossa vida e fazer os ajustes necessários para voltar ao caminho correto ou melhorar ainda mais a jornada em nosso caminho. Faça as perguntas certas a você mesmo, e deixe o Espírito Santo conduzi-lo para uma aventura sem igual em sua vida. Como um bônus, você não viajará sozinho pela estrada chamada vida, Deus colocará outros para caminharem com você! Lembre-se: você só tem hoje para ser feliz!

Referências Bíblicas:

Cumpriu-se assim a Escritura que diz: "Abraão creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça", e ele foi chamado amigo de Deus. Tiago 2:23 

Depois de rejeitar Saul, levantou-lhes Davi como rei, sobre quem testemunhou: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração; ele fará tudo o que for da minha vontade’. Atos 13:22  

"Povo rebelde, obstinado de coração e de ouvidos! Vocês são iguais aos seus antepassados: sempre resistem ao Espírito Santo! Ato 7:51 

Jeoacaz tinha vinte e três anos de idade quando começou a reinar, e reinou três meses em Jerusalém. O nome de sua mãe era Hamutal, filha de Jeremias; ela era de Libna.
Ele fez o que o Senhor reprova, tal como seus antepassados.

2 Reis 23:31-32

Jeoacaz tinha vinte e três anos de idade quando começou a reinar, e reinou três meses em Jerusalém. O nome de sua mãe era Hamutal, filha de Jeremias; ela era de Libna.
2 Reis 23:31
Jeoacaz tinha vinte e três anos de idade quando começou a reinar, e reinou três meses em Jerusalém. O nome de sua mãe era Hamutal, filha de Jeremias; ela era de Libna.
2 Reis 23:31
Jeoacaz tinha vinte e três anos de idade quando começou a reinar, e reinou três meses em Jerusalém. O nome de sua mãe era Hamutal, filha de Jeremias; ela era de Libna.
2 Reis 23:31
Jeoacaz tinha vinte e três anos de idade quando começou a reinar, e reinou três meses em Jerusalém. O nome de sua mãe era Hamutal, filha de Jeremias; ela era de Libna.
2 Reis 23:3

4 comentários:

Wellingon disse...

Muito bom! Nunca podemos esquecer que as nossas atitudes sempre terão consequências, e terão um reflexo na eternidade e também na nossa passagem por esse mundo, homens com testemunho de fé, amor e esperança, são exemplo para um geração. Isso me lembra do que Paulo (um grande homem de Deus) falou em sua Primeira Carta aos Corintios: " Sede meus imitadores, como também eu de Cristo. E louvo-vos, irmãos, porque em tudo os lembrais de mim, e retendes os preceitos como vo-los entreguei. Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo. 1 Coríntios 11:1-3"
Muito Bom o texto. espero mais Parabolando, por aqui! GodBlessU

Nara Lucia disse...

Maravilhoso!!!
Quero ser amiga íntima de meu Deus.
Quero fazer sua vontade.

Alan Maestro disse...

Excelente matéria Eduardo, estou ansioso para acompanhar sua coluna, bençãos!!!!

Fábio Cardoso disse...

Show de bola, Eduardo! Parabéns! Deus o abençoe cada dia mais!

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.