sábado, 22 de fevereiro de 2014

O comum é importante


Sabe de uma coisa? Eu sempre quis ser famosa. É sério. Quem sabe vc, assim como eu, também quis ser alguém conhecida por todo mundo. Tudo parece ser tão fácil pros artistas e não estou aqui falando dos artistas seculares não! Estou falando dos artistas “gospel”. Sim eles existem e não são poucos. Eles estão sempre rodeados por gente bonita e famosa. Sempre estão viajando e conhecendo lugares diferentes. Parece não haver dor, tudo está perfeito, viagens, brilho... Daí vc olha pra sua vida e a acha tão sem graça.




Ninguém pede seu autógrafo. As luzes não se acendem por onde vc passa. Vc não recebe aplausos. Ninguém olha duas vezes na sua direção e pensa: “Nossa, é ele(a) mesmo?” Esta é a realidade. Somos pessoas comuns.

A certa altura da vida pensava seriamente que Deus só se importaria comigo e só me usaria se eu me tornasse alguém importante. Eu olhava pra minha vida e não via nada de mais. Eu não sabia tocar nada, não sabia falar em público. Eu cantava, mas nem era lá aquelas coisas. Eu não era conhecida, não tinha feito a meus olhos nada de extraordinário. Até então minha vida havia se resumido entre a escola, minha casa e a igreja. Nada de mais.

Daí comecei a culpar minha mãe e meu pai por não terem me dado oportunidades. “Por que vcs não me colocaram no balé quando eu ainda era pequena? ”Por que vcs não me colocaram na aula de canto ou de piano?” Sempre que olhamos pra aquilo que nunca tivemos, esquecemos de tudo de bom que a vida nos proporcionou e nos tornamos ingratos.

Foi aí que Deus me mostrou algo diferente. Jesus escolheu seus discípulos não pelo que eles sabiam ou representavam. Ele não olhou o nível de escolaridade, não analisou o currículo de cada um ou os escolheu por sua beleza. Os discípulos eram iguais a mim e a vc. Não havia nada de interessante aos olhos do mundo neles, pelo contrário. Eles eram simples demais. Vindos de famílias comuns, com empregos comuns. Eram gente comum. E foi a partir deles que Deus impactou o mundo com o Evangelho da graça. Não precisamos fazer nada, não precisamos possuir bens para que Deus nos ame mais. Nada disso. Nada impressiona Deus. Ele nos ama pronto e acabou. Quando eu entendi isso, parei de querer ser famosa e conhecida. Pra quê? A pessoa mais importante já me conhece mesmo. E desde que eu estava na barriga da minha mãe.

Jesus mesmo foi alguém comum. Quando ele estava prestes a nascer, não havia sequer um lugar para ele. No entanto, Ele foi a pessoa mais surpreendente que já passou pela face da terra. Assiste esse vídeo agora e depois a gente termina:




Vi esse vídeo na semana passada na igreja e sinceramente este foi um dos melhores vídeos que já vi. Jesus foi tão comum, mas ao mesmo tempo fora do comum e e Ele usou gente comum como eu e vc para divulgar seus ensinamentos e foi através de gente assim que o Evangelho se propagou e ganhou forma até nos alcançar nos dias de hoje. Por isso, não importa se vc é conhecido ou não, se seus finais de semana são cheios de festa ou não ou se vc nem tem tantos amigos quanto gostaria. O mais importante é que Deus te ama do jeitinho que vc é e que Ele tem um plano muito legal pra sua vida se vc deixar as coisas nas mãos dele. Apenas confie!!

Em Cristo, com amor,

Juliana

2 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

Muito bom Juliana! As vezes olhamos para aquilo que não temos ou conseguimos e perdemos a chance de enxergar felicidade nos pequenos detalhes de Deus e Seu cuidado com as nossas vidas!

Juliana disse...

Nossa era tudo o que eu precisava!

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.