quarta-feira, 28 de agosto de 2013

[E a Moral da História?, #44] PRODUZA UM QUEIJO

E ai pessoal tudo certo?? Sim neh!?!

Vamos lá para mais uma moral da historia, porém hoje a historia será um fato ocorrido comigo ;)...

A alguns dias (uns 2 mês) estava conversando com uma pessoa (que amo demasiadamente demais), conversando meio que discutindo, e essa pessoa falou assim: “você vê queijo onde não tem.”, querendo dizer que eu via coisas onde não existiam, e eu retruquei: “se você deixar os farelos, vejo mesmo!” e depois dessa frase a pessoa falou: “ao invés de ficar procurando onde não tem, produza um queijo.” me mandando fazer algo ao invés de ver onde não tem.

Quando ela falou para eu produzir um queijo, me perguntei o que essa pessoa tá querendo dizer, e essa discussão ainda durou mais alguns capítulos, mas o fato dela ter me falado produza um queijo, me perturbou de um jeito que nooooossaaaa, fiquei inquieta, comecei a pensar será que eu não estou fazendo nada, será que Deus não esta se agradando das coisas que eu faço, será que eu tenho dado frutos, será que algum dia eu já produzi algum queijo e eu sofri (rs) como sofri, comecei me achar incapaz, tudo que eu fazia, comecei a fazer por aprovação, mas não de Deus, aprovação dos outros, e sabe qual foi o resultado, eu produzi um queijo, mas no fim o queijo não era bom, eu não tinha com quem dividir. Sabe porque?
Porque eu tinha feito um “queijo” querendo mostrar para as pessoas que eu era boa, mas não era isso que Deus esperava de mim. O meu eu ficou tão inflamado dentro de mim, que começou a me matar, eu cheguei ao ponto de passar dias sem orar, fingindo ser crente, quando na verdade eu precisava estar aos pés do meu Pai. O fato de alguém ter me falado, para eu começar a fazer as coisas ao invés de ficar procurando coisas dos outros, gerou um conflito interno dentro de mim e eu confesso no começo deixei a carne vencer... eu também sei que a pessoa não falou isso com o intuito de me deixar do jeito que deixou, mas o fato é que a frase PRODUZA UM QUEIJO, corroeu o meu ser.
Todos os dias eu acordava e pensava será Deus que em todos esses anos que estou na igreja eu fui um peso morto, e nada do que me dissessem nesses dias me faria pensar de outra forma, e o fato era que cada dia eu estava mais triste, achando ser uma inútil, e o queijo que eu havia produzido nesses dias estava cada vez pior, mas meu Pai com seu infinito amor me mostrou que não é necessário que eu, nem que os outros saibam sobre os queijos bons que eu produzi, que eu produzo e que eu ainda irei produzir, pois a obra não é minha, a força não é minha e o poder não é meu e sim do meu Pai. Se em algum momento eu precisar ver a minha produção de queijo Ele me mostrará como mostrou dessa vez, mas se não for preciso Ele não mostrará.
Muitas pessoas podem não ver as coisas que você faz, mas o Pai vê e se agrada, as vezes você acha que não faz nada ou que só atrapalha, mas não é verdade se Deus te gerou com certeza Ele fará com que você produza muitos queijos. Não fique atribulado, perturbado com o que pensam ou falam de você ou para você, isso só te atrasa, muitas vezes te põem para baixo.
Digo por mim mesma, eu deixei a frase entrar no meu coração como um soco certeiro e isso mexeu comigo e ate eu conseguir entender todo o processo levou um tempo, mas hoje posso dizer que minha produção de queijo está melhorando a cada dia, e que o único jeito de produzir queijos excelentes é estando em comunhão e buscando intimidade com o Pai. Absorva as coisas boas da vida, não se torne refém de palavras ditas a você ou por você, viva com Cristo buscando agrada-Lo e querendo coisas em troca, pode ter certeza que o seus galardões estão sendo bem produzidos e guardados por Ele!




Tenha uma excelente quarta feira e que Deus te abençoe muito J







“E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos. (Zacarias 4:6)

0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.