domingo, 20 de maio de 2012

As questões do jejum e da saúde


Tipos, motivações e consequências de jejuns.


Três pontos a considerar:

1º. "Portanto, ninguém vos julgue pelo comer ou pelo beber..." - Colossenses 2.16 a.

Devemos nos lembrar que o corpo em que estamos não é nosso. Ele é o templo do Espírito Santo. Cuide bem dele, pois não é sua casa, é a moradia dAquele que é mais importante do que todos nós juntos, ele pertence ao Senhor (1ª Coríntios 3.16).

2º. "Não seja sábio a teus próprios olhos" - Provérbios 3.7 a.

Se você passa por problemas de saúde, está dependente de remédios, não poderá se abster de alimentos sem antes passar pelo consultório médico e receber o parecer dele . O especialista em medicina é ele, não é você.

3º. "Mais importa obedecer do que sacrificar" - 1º Samuel 15.22.

O jejum é uma prática espiritual, e como tal deve ser realizado com o uso da sabedoria, como um culto racional (Romanos 12.1-2).

Não sacrifique o corpo, Deus não quer este sacrifício de ninguém! Ele não se agrada de jejuns que representem mero sacrifício humano.

Jejuns acompanhados de sacrifício não são sinais de espiritualidade, são demonstrações de religiosidade carnal (Colossenses 2.18-23).

0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.