sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Será que ninguém se importa?

Já parou pra pensar que enquanto você dorme em sua cama aconchegante, há crianças passando frio e abuso sexual na rua?
Já parou pra pensar que enquanto você esbanja alguns mil reais em tratamentos de beleza, há pessoas lutando contra o câncer para sobreviver?
As vezes me pergunto por que esse mundo é tão injusto, por que as pessoas são tão mesquinhas, eu me incluo nisso também. Parece que fechamos os nossos olhos para a realidade da nossa nação e vivemos o nosso "mundinho", o nosso querido mundinho.


No dia 02 (Finados) fomos fazer um evangelismo no Cemitério da cidade. Caaaaalma, fomos abordar pessoas VIVAS e não MORTAS hehehe... Como todo dia de finados, o cemitério estava lotado, muitas pessoas levando flores, chorando e etc. Oramos antes de começar a abordar as pessoas, e então começamos a caminhar, me deparei com uma moça, ainda jovem, e senti de ir falar com ela. Quando chamei as outras meninas que estavam comigo para ir junto, a moça ajoelhou-se em cima do túmulo e ficou ali, quietinha. Ela e mais duas crianças. Então esperamos ela levantar e fomos lá.

Começamos a conversar,semblante triste, também não é pra menos, a mãe havia morrido a apenas 2 anos... então, não demorou muito e ela começou a contar toda a sua vida. Depois que sua mãe morreu, a vida dela virou de cabeça para baixo. Parecia que o marido estava esperando isso acontecer para separar. Dois filhos, sem mãe e agora sem marido e sem direção. Desviada, não tem mais forças para voltar. Tentou suicídio, e enfim, contou toda a sua vida. Conversamos por quase meia hora e então eu perguntei se podia orar por ela, ela aceitou, então oramos ali mesmo no cemitério, a abracei com muito amor. Parece que eu conseguia sentir algo que ela sentia no momento. 

Enfim, as vezes me preocupo tanto com minúsculos problemas, então Deus me coloca frente a frente com problemas maiores que os meus. Como me sinto?  Uma tremenda ingrata. Temos um Amor verdadeiro para compartilhar, mas, as vezes guardamos só para nós. O que é meu problema diante de todos esses que citei?

Em tudo dai graças 1 Tessalonicenses 5:1
Agradecer a Deus pelo meu problema? Difícil não? Geralmente agradecemos quando tudo vai bem. Seu grande problema é que seus pais pegam muito no seu pé, mas ali perto tem outra pessoa que está presenciando a separação dos pais.
Reclama que todo o dia é arroz, feijão e frango, enquanto seu vizinho está juntando moedas para comprar um ovo.

Comparações pequenas, até mesmo bobas, mas já deu pra perceber que sempre vai ter alguém passando por situações até mesmo piores que as suas.

Há pessoas sofrendo por amor a Cristo, cristãos morrendo por amor ao Evangelho. Vivemos em um país livre, podemos sair gritando o nome de Jesus pela rua, se quisermos. As igrejas com portas abertas. Temos liberdade de meditar a Palavra de Deus em qualquer hora do dia sem sermos condenados por isso. 

No Brasil o índice de crianças abandonadas é muito alto. E será que alguém se importa? Ter dó ou piedade não é o suficiente. O que podemos fazer por elas? Já me deparei diversas vezes pensando nessas crianças. Sabe, não tem como não pensar. Parece injustiça estarmos aqui tão seguros em nossa casa, com nossa cama, cobertor, enquanto crianças passam frio nas ruas da cidade.

Queridos, agradeça a Deus POR TUDO que você tem. Por mais que seja mínimo, é seu. Alguém daria tudo pra ter essa casa que as vezes você diz ser horrível.

Seja grato a Deus e ore por todas essas pessoas... Elas precisam de nós, precisam de nossa ajuda. Seja você também aquele que levará as boas novas do nosso Senhor.

Sejamos mais humanos e que o amor de Cristo prevaleça em nosso coração. 
Será que VOCÊ se importa?

Deus os abençoe.

@FerVenttura


1 comentários:

HERBERT AMARAL POVOAS disse...

Isso é uma Dura Ralidade Fê!!!
Nós seres humanos temos tendencia a reclamar de Tudo, enquanto muitos não tem nem 1% do que nós temos!!! ótimoo Texto!!!
que Deus te abençõe!!!

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.