quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Desfrute a SOLIDÃO


AVISO: Se deseja ter seu ego massageado ou a mãozinha passada na cabeça, pare por aqui. Este post não foi feito para você!



Tem me impressionado o fato das pessoas serem tão mimadas e centradas em si mesmos. Nossa geração é composta por pessoas mesquinhas e cheias de si mesmas! Ao fim de uma relação o culpado é sempre o outro e sempre é ele também quem "sai perdendo". Quando amigos brigam ouvimos o velho argumento: "Você não sabe o que ele fez comigo!". Muito do que acontece se deve ao fato de que as pessoas apenas se relacionam com as outras querendo ser adoradas, satisfeitas, massageadas e pouquíssimas vezes o relacionamento tem haver com promover o bem do outro, o prazer do outro, a alegria do outro. É tudo: "Eu, eu e eu!".


Pensando nisso, trago uma palavra de exortação a você, querido leitor: "Desfrute a solidão!". Que o fato de ser rejeitado por alguém não seja uma motivação egocêntrica para exaltar suas próprias qualidades, mas que seja um momento de refletir e observar o que tem de ruim em você que tem afastado as pessoas. Muitas vezes o detestável, o egoísta, o insensível, o centralizador é você e não o outro. Acontece que às vezes somos tão nocivos que conseguimos fazer com que o outro reflita o que nós temos de mais sujo, podre e horripilante!




Deixe essa coisa infantil de ficar chorando mágoas em Twitter e Facebook como se o mundo fosse composto por demônios e você fosse uma vítima... um santo num mundo de pessoas cruéis! Vá conversar com sua alma. Olhe para dentro de si de forma menos romântica e mais realista. Não sou um perseguidor, não quero te execrar, mas acho que já está na hora da criança mimada crescer e virar um adulto maduro e com o mínimo de alto crítica.


Este texto não tem nada de teológico ou teórico. São apenas fruto das observações de um homem que já está cansado de ver pessoas que só se preocupam consigo mesmas. Que você, eu e todos quantos lerem este texto possamos usar as crises relacionais, não para culpar o outro, mas para olhar para dentro de nós e encontrarmos na essência de nosso ser as coisas que temos que nos curar, afim de que sejamos um pouco mais equilibrados e menos centrados em nossos mimos!

Que Deus cuide de nossas almas, e nos quebre todos os dias. Que a solidão, o sofrimento, a rejeição sejam motivos para crescimento e correção de imperfeições próprias ao invés de esbravejar contra as dos outros. E pelo menos uma vez na vida eu preciso concordar com uma frase que nunca vi como correta:

"Deus deu a vida para cada um cuidar da sua!"

Abraço a todos,


Maicon Custódio

0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou disso?

Tecnologia do Blogger.